terça-feira, 11 de agosto de 2009

Refletindo sobre a Sandy


Sabe, comecei a refletir. São quase 20 anos de carreira, mais de 17 milhões de discos vendidos, aclamada por Caetano Veloso, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Roberto Carlos, Andrea Bocelli, entre tantos outros nomes da música nacional e internacional, e mesmo assim as pessoas insistem em dizer que a Sandy não cresceu, que as músicas dela são infantis, que ela não sabe cantar, blá blá blá blá...

Mas porque a Sandy incomoda tanto?
Ihhhhh... Pergunta difícil! Mas, fácil de ser analisada.

Sandy não é celebridade, ela é artista! Profissional naquilo em que se propõe a fazer. Não é um produto descartável da mídia que não tem sobre o que falar e cria seus próprios “objetos de estudo”. Sandy chegou ao nível de fazer o que bem entender (jazz, bossa, pop, rock, reaggae) sem se preocupar se o seu trabalho será comercial ou não. Penso que a gravadora deixou de ser a “patroa” e passou a se comportar como alicerce, dando suporte aos caminhos que a Sandy deseja seguir.
Sobre as críticas, os críticos e todo resto, acredito que isso é resultado de um grande sentimento de expectativa que eles criam em volta dela. Para eles, ela é de um talento e de uma capacidade tão grande que tudo o que a Sandy fizer vai soar inferior ao que ela representa. A última foi que ela não merecia estar entre as divas do Roberto! Poxa, deixa o Roberto coroar quem ele quiser. Afinal de contas, as divas são dele!

Apesar de ser fã incondicional da Sandy, não estou aqui com a intenção de defendê-la diante as críticas. Até porque críticas são sempre bem vindas para qualquer pessoa. Mas resolvi escrever este post para mostrar (ou tentar mostrar) o quanto é complicado agradar a todos e o quanto nos tornamos vítima do nosso próprio sucesso profissional.

Um grande abraço,
Warney

11 comentários:

Klol disse...

Concordo com o que você falou. Minha eterna diva, s2

Gui disse...

Falouuu tudoo

Beatriz Emboaba disse...

Parabens pelo texto.
Eu vi no forum do site Sandybr.com
Faço parte do site e tambem tenho um blog.

Não sei se você conhece o Sandybr.com , entra lá.

Jônatas Herrmann disse...

concordo! na minha opinião falam que ela não cresceu porque ela conseguiu ser única na música brasileira. ela fez uma grande diferença, e continuará fazendo!

alinedogato disse...

Cara, tu disse tudo! Parabéns!

Aleson Sony disse...

te indiquei ao selo da nova era do blog entra no meu e veja como eh! vlw!! http://blogdosony.blogspot.com/

Warney de Oliveira disse...

Pessoal, agradeço os comentários. Obrigado pela visita.

Micha disse...

Belo post!
A Sandy fez parte da minha vida,e continuará fazendo parte!Tudo o que ela faz é feito com perfeição!
Uma das grandes vozes do país!
Vamos aguardar ansiosos o primeiro CD solo, né?

Abraços!

Amigo das estrelas disse...

A sandy pode fazer o que for, da mesma forma será objeto de críticas. As pessos falam que entende tanto de cultura, de música( quem faz essas críticas) mas não tema capacidade e o bom senso de perceber que realmente ela cresceu e sabe o que faz, afinal, como você diz; são quase 20 anos de carreira! Isso é em vão??

AdOorei seu blog.

Valdeir Almeida disse...

Warney,

Em várias entrevistas, vi como Sandy trata com esmero suas composições e os arranjos de suas músicas.

Tal perfeccionismo (que só as divas e os astros têm) vem de uma educação musical dedicada. Afinal, ela aproveitou bastante o fato de pertencer a uma família de músicos.

Também não concordo quando dizem que Sandy nao cresceu. Acho que quando ela começou lá no "Som Brasil" ainda pequeninina ela já nasceu quase grande, bastando apenas ser moldada, como de fato foi.

O resultado aí está. Ela não é uma celebridade fabricada pela mídia descartável. Ela é uma estrela, porque tem talento. E eis aí o motivo de tanta inveja.

Abraços do seu conterrâneo e um bom domingo.

Warney de Oliveira disse...

Obrigado pessoal!